Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

gestao
Prefeito Joares Ponticelli será empossado na Academia Tubaronense de Letras

Publicado em 12/07/2022 às 18:51 - Atualizado em 12/07/2022 às 18:51


Créditos: Divulgação/PMT Baixar Imagem

A Academia Tubaronense de Letras, entidade que congrega escritores tubaronenses, realizará nesta quinta-feira (14) uma sessão solene, oportunidade em que dará posse a quatro novos acadêmicos. O prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, é um dos escritores que será empossado. A solenidade ocorre no salão de festas do Clube 7 de Julho, às 19h30, e é aberta ao público.

 

Joares tem cinco obras publicadas. Em parceria com o jornalista Jandyr Côrte Real, escreveu uma trilogia sobre a política na Ilha dos Açores e Ilha da Madeira e seus reflexos na sociedade e na política catarinense. As obras são: “Era uma vez, nos Açores” (2007), “A única saída: o Paraíso” (2008) e “Rumo: a Esperança” (2010). Enquanto presidente da Federação Catarinense de Municípios lançou o livro “Santa Catarina – Estado Feminino” (2009), que traça perfis de sete mulheres catarinenses, de nascimento ou adoção, que marcaram a história por seus princípios, lutas e conquistas. A segunda edição da obra, revisada e ampliada, foi lançada em 2021.

 

A Academia Tubaronense de Letras foi fundada por iniciativa de um grupo de escritores tubaronenses ou residentes no município, em 29 de agosto de 2000, com o objetivo de incentivar e apoiar o cultivo das letras. Os acadêmicos se reúnem uma vez por mês para discutir os projetos da entidade e trocar informações sobre a produção individual de cada. Desde a fundação, a Acatul participa de vários eventos culturais no município, como encontros nas escolas, gincana cultural, doações de livros para entidades carentes, entre outros.

 

A academia foi fundada por 19 acadêmicos. Hoje conta com 30 cadeiras. Dos acadêmicos, oito são falecidos, sendo que a cadeira de um deles (Amadio Vetoretti) foi ocupada. Sete encontram-se vagas: Edgar Nunes, Miryan Maier Nunes, José Ribamar Libânio da Silva, Geraldo de Souza Brasil, Camilla de Patta, Alberto Cargnin e Lédio Rosa de Andrade.

 

Os quatro novos acadêmicos que tomarão posse na quinta-feira são: Edla Zim, cadeira 08 que foi imortalizada como cadeira Miryam Maier Nunes. Edla escolheu como patronesse Carolina Maria de Jesus; Joares Ponticelli, cadeira 19 que foi imortalizada como cadeira Alberto Cargnin. Joares escolheu como patronesse Antonieta de Barros; Maristela Patrícia Meneghel Bettiol, cadeira 21, que foi imortalizada como cadeira Lédio Rosa de Andrade. Maristella escolheu como patrono Carlos Drumond de Andrade; Maycon Vianna, cadeira 11 que foi imortalizada como cadeira José Ribamar Libânio da Silva.

 

Joares Ponticelli se mostra orgulhoso de poder fazer parte da instituição. “Para mim é uma honra estar ao lado de tantos homens e mulheres com tanta importância para a arte e cultura tubaronense. Ocupar a cadeira imortalizada pelo escritor e jornalista Alberto Cargnin e, ainda, poder escolher como patronesse a cronista, professora e deputada Antonieta de Barros, completa o orgulho de ingressar na entidade guardiã das nossas letras. Só tenho a agradecer por esta oportunidade”, falou Joares.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar