---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Aspectos físicos

Publicado em 07/01/2014 às 17:53 - Atualizado em 06/01/2015 às 15:24


Créditos: Priscila Ladislau/Decom/PMT Baixar Imagem

Altitude:

A altitude média na sede do município é de 9 metros acima do nível do mar e o ponto culminante é o morro do Martinelli, com 540 metros (Rio do Pouso Alto).


Clima:

Subtropical, com temperatura média máxima de 23,6°C e média mínima de 15,5°C.

 

Coordenadas Geográficas:

Latitude: 28° 28’ 00’’
Longitude: 49° 00’ 25’’

 

Acidentes Geográficos:

O Rio Tubarão é o principal do município. Sua linha de escoamento corta a cidade com uma secção média de 115 metros de largura, uma profundidade que varia de 2 metros a 10 metros e uma vazão de 5,2 metros cúbicos por segundo. Outros rios que cortam o município de Tubarão são o Capivari, Corrêas, Rio do Pouso, Alto Pedrinhas, Caruru, Ilhota, Congonhas.

 

Pluviosidade:

A precipitação média anual é de 1.493 centímetros cúbicos, sendo abril e maio os meses de menor precipitação.


Higrometria:

A umidade relativa do ar apresenta uma média anual de 83,59 pontos. O índice é elevado em virtude da presença de lagoas e do mar, havendo influências devido à temperatura e à altitude.


Ventos

No verão, quando o quociente barométrico é mais acentuado, os ventos sopram com mais constância e regularidade. Naturalmente, são ventos predominantes dos quadrantes leste-atlântico para o continente.
O outono é a estação menos ventosa e isso se explica pelo equilíbrio entre valores barométricos no atlântico e no continente, com consequência a diminuição das massas de ar. No inverno, devido à predominância de outra área de alta pressão no interior do continente, a componente de ventos do oeste adquire importância, podendo ultrapassar a soma de velocidade dos ventos de leste.

A predominância dos ventos na região é a seguinte:
37,5 % ocorrência dos ventos Nordeste
15,6 % ocorrência dos ventos Sul
13,2 % ocorrência dos ventos Sudoeste