Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

educacao
1ª Conferência Infantojuvenil de Educação Financeira e Fiscal é encerrada

Publicado em 23/11/2022 às 18:14 - Atualizado em 23/11/2022 às 18:25


Créditos: Divulgação/PMT Baixar Imagem

Encerrou nesta quarta-feira (23), a 1ª Conferência Infantojuvenil de Educação Financeira e Fiscal de Tubarão. O segundo dia contou com a presença de 660 alunos, das redes municipal, estadual e particular, que acompanharam a palestra da Procuradora da Fazenda Nacional de São Paulo, Regina Hirose, que abordou o tema: “Qual o meu papel como cidadão fiscal?” e de Priscila dos Santos Petermann, do Observatório Social de Santa Catarina, que apresentou o tema: “Educação Fiscal: que bicho é esse?”

  

 

Durante o evento, foi assinado com a Controladoria-geral da União um convênio por meio do qual a Controladoria-geral irá repassar ao município revistas da Turma da Mônica com histórias focadas em educação financeira.

 

Educação transformadora – Um estudo feito pelo Banco Central acompanhou e comparou dois grupos de estudantes estatisticamente similares, mas com uma diferença: um grupo passou pelo programa de educação financeira e o outro não teve esta oportunidade. O que se observou é que os que tiveram acesso à aprendizagem tiveram resultados muito significativos. Eles tinham levado o conhecimento para a vida adulta, tinham menos dívidas e quando usavam crédito, pegavam um crédito mais barato.

 

O especialista em Educação Financeira da XP Investimentos, Thiago Godoy participou deste estudo e diz que a educação financeira não gera apenas conhecimento técnico, mas, proporciona, principalmente, um aprendizado que vai trazer para o jovem autonomia para que possa tomar sábias decisões, evitar riscos financeiros, planejar a vida e ter uma saúde financeira no presente e no futuro.

 

Thiago foi um dos palestrantes da 1ª Conferência Infantojuvenil de Educação Financeira e Fiscal de Tubarão e para aos alunos que participaram do evento ele mostrou a importância de poupar e de olhar hoje para o futuro. “Sonhos. Se trata disso, de você poder sonhar e buscar os seus sonhos e isto só ocorre quando reconhecemos a importância do uso racional dos recursos, não só os financeiros, mas também os recursos do planeta, como a água, a energia e a alimentação."

 

O especialista lembrou ainda que, felizmente, a educação financeira foi incluída como tema transversal da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o que para ele é muito positivo, pois, as escolas passarão a incluir este conteúdo na grade curricular.

 

E neste aspecto, o município de Tubarão já está à frente. Com o lançamento do programa de Educação Fiscal, em fevereiro de 2022 e a realização da 1ª Conferência Infantojuvenil de Educação Financeira e Fiscal em novembro, o município cumpriu importantes etapas. “Eu acredito que em pouco tempo Tubarão vai despontar ainda mais e ser uma referência para o Estado, quem sabe para o país. Ainda há poucas iniciativas de educação financeira no âmbito escolar, pouquíssimos cidades estão articuladas. O protagonismo de Tubarão vai fazer a diferença e será muito importante para a próxima geração. É um movimento que acontece aos poucos, mas alguns lugares vão acelerar e Tubarão é um destes lugares”, reconhece Thiago.

 

 

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar