Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

desenvolvimentosocial
Eliminação da violência contra as mulheres é tema de seminário

Publicado em 24/11/2021 às 18:34 - Atualizado em 24/11/2021 às 18:35


Créditos: Divulgação/PMT Baixar Imagem

Aconteceu nesta quarta-feira (24) o “II Seminário de Direitos Humanos, Igualdade Racial, Mulheres e Enfrentamento de Gênero: Contextos e Desafios”, promovido pela Fundação Municipal de Desenvolvimento Social (FMDS). A programação do evento discutiu o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, celebrado nesta quinta-feira (25).

 



O evento contou com a palestra de Stael Stüpp, advogada e presidente do Plena Coletivo Feminista e membro do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM), com o tema “Perspectiva de Gênero e Raça no Enfrentamento à Violência e à Violação dos Direitos Humanos”. Logo após, Aleida Cardoso, professora, coordenadora do Departamento de Direitos Humanos, da Mulher e da Igualdade Racial da FMDS, membro do Conselho Municipal dos direitos da Mulher (CMDM) e do Conselho Estadual das Populações Afrodescendentes de Santa Catarina (CEPA), foi a locutora do evento, com o tema “Interseccionalidade e outros olhares: Violência e Violação de Direitos contra as Mulheres Negras e Latino-americanas”. A tarde contou também com a palestra de Gisele Pickler, coordenadora do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), com o tema “Acompanhamento do CREAS às Mulheres Vítimas de Violência”, e logo após, Gabriela da Silva, professora, transfeminista, mestre em Educação (Unisul) e doutoranda em Educação (UFSC), realizou a última apresentação do evento, com o tema “Transexclusão: das Violências e Assassinatos de Mulheres Trans”.

 



“Nosso objetivo foi trazer assuntos relacionados a violência com um olhar Interseccional, bem como abordar todas as formas de opressão que atingem mulheres que são invisibilizadas e subalternizadas, passando por múltiplas violações de direitos, e muitas vezes sem apoio nenhum”, destaca Aleida Cardoso.

 



A chefe de gabinete do prefeito Kércia de Souza Cardoso Menegaz esteve presente, representando o prefeito Joares Ponticelli. Em sua participação, Kércia destacou a relevância de ações que unam o público feminino, além da importância de debater temas como os que foram citados no evento.

 



Destaca-se ainda, que as denúncias em todo seu desdobramento violento, precisam ser feitas para que assim aconteça a erradicação de números alarmantes de feminicídio. As mulheres que sofrerem algum tipo de violência podem entrar em contato com o Centro de Referência Especializado se Assistências Social (CREAS) através do número (48) 3622-3154.



Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar